Sobre mim

Meus 25 anos de profissão foram quase que exclusivos como especialista em Ortodontia. Neles fiz especializaçao em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares, um mestrado em Ortodontia e várias atualizações de duração menor.

Entretanto, no dia-a-dia da Ortodontia, chamava-me a atenção os pacientes encaminhados por dor facial. Sua desorientação, histórias, dores e sofrimentos apresentavam-se como um grande desafio técnico, mas sobretudo um teste de paciência e de resignação, pois a Ortodontia tinha pouco a oferecer.

A partir de 2009 iniciei uma grande mudança em minha vida e, por extensão, de minha profissão. Mudei hábitos que depois incorporei na proposta terapêutica dos meus pacientes, mudei a carga de trabalho e principalmente mudei meus interesses: deixar de ajudar os que buscavam estética para voltar minha atenção àqueles que buscavam o alívio da dor.

Fiz especialização na área de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, frequentei congressos e cursos de áreas afins como Hipnose, Acupuntura e Yoga e em 2014 fiz um estágio-residencia no Hospital Albert Einstein (SP), em dor geral. Esse período, convivendo com pacientes sofrendo das mais variadas síndromes dolorosas, equipes multiprofissionais e acompanhando planos terapêuticos diferentes, uso de medicações incomuns, procedimentos de ponta e recuperações inesperadas, coroou minha formação.

Atualmente tenho cinco especializações e um mestrado e continuo estudando. Sei que sabemos quase nada sobre dor, mas o que sabemos pode ajudar, e muito, aos nossos pacientes.

SOBRE O PROJETO

Hoje toda a minha atenção profissional está voltada para essa especialidade e nela defini duas áreas de atuação. Na clínica privada, onde faço os atendimentos de forma exclusiva em Dor Facial e nesse site. Aqui a intenção é também cuidar dos pacientes com dor em geral e dor facial especialmente, mas de uma forma diferente. Aqui, minha pretensão é tratar o desconhecimento, fazer um raio-x das modernas terapias, prescrever raciocínios baseados em evidências científicas e sempre buscar aplicar uma injeção de ânimo nos desacreditados. Afinal, sempre existe um caminho para a leveza.

Esse é um projeto de vida, pela vida e para a vida. Aproveitem-no!

Política de Privacidade